Entenda o financiamento de energia solar para micro e pequenos empreendedores

Entenda o financiamento de energia solar para micro e pequenos empreendedores

Aprenda neste post tudo sobre financiamento de energia solar para MEIs e PMEs e gere a energia do seu negócio, pagando bem menos na conta de luz

 

Economizar para investir é o grande sonho de quem tem a própria empresa. Crescer e gerar lucro para fazer valer a pena os desafios do empreender. Assim, a energia solar surge como ótimo investimento para toda a vida, e já garante descontos incríveis na conta de luz de quem gera a própria energia fotovoltaica.

Agora está bem mais acessível a profissionais MEI e PME, que podem obter financiamento pela Caixa Econômica Federal ou pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

Entenda o financiamento de energia solar para micro e pequenos empreendedores

Continue lendo este texto para entender como funciona. Você verá como é possível entrar para o mundo solar, garantir o selo de responsabilidade ambiental do seu negócio e ainda economizar para estar lá em cima com a saúde financeira da sua empresa

O que você precisa saber sobre financiamento da Caixa e Absolar

A Caixa e a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) lançaram recentemente uma linha de financiamento para projetos de geração de energia solar exclusiva para pequenas e médias empresas (PME) e microempreendedores individuais (MEI). Essas linhas de crédito podem chegar a 125 mil reais, com prazo de pagamento em até 36 meses e carência de 12 meses. 

Quanto custa o financiamento e as taxas de juros para MEIs e PMEs financiarem projetos de energia solar?

Veja na tabela abaixo em detalhes os valores do financiamento solar e analise se é possível para seu negócio (fonte: Absolar).

 

Porte da empresa* Valor máximo

por CNPJ

Carência Prazo após carência Taxa de

juros padrão (mensal)

Taxa de juros com 

a parceria (mensal)

MEI R$ 12,5 mil 9 meses 24 meses 2,4% 2,37%
ME R$ 75 mil 12 meses 30 meses 1,99% 1,95%
EPP R$ 125 mil 12 meses 36 meses 1,89% 1,87%

 

* MEI: microempresário individual; ME: microempresa; EPP: empresa de pequeno porte

 

Como a conta de luz fica mais barata usando energia solar?

Imaginemos que seu sistema solar já esteja instalado. Portanto, já produz energia elétrica para seu empreendimento. A partir daí, é possível verificar a mudança significativa logo na primeira fatura da conta de luz. Pois, nela, haverá as informações acerca da quantidade de kWh gasta no mês e a quantidade gerada pelo sistema solar.

Se seu sistema produzir mais do que você gastar (que é o que acontece na maior parte das vezes), o extra vira créditos para as contas futuras.

Assim, você paga apenas a taxa de juros competitivas, que é o custo de disponibilidade de ter energia somado à taxa de iluminação pública da sua cidade.

Como calcular a taxa de juros e quanto pagará na conta de luz?

A taxa de juros é determinada pela Resolução nº 414/2010 da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Importante saber que há três tipos de sistemas de energia elétrica. Cada qual tem um valor mínimo a ser pago, e depende bastante da região do país. Para você saber qual deles é o da sua área, confira sua última conta de luz. O boleto indica se seu sistema é monofásico (o mais barato), bifásico (médio) ou trifásico (o mais caro).

Faça uma simulação acessando este link e veja como vale a pena investir em energia solar. 

 

 

BRS ENERGIA SOLAR

O SOL É PARA TODOS. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.